segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

O amor platônico


Preferiu um amor platônico, porque achava mais seguro. Amaria seu ídolo de todas as formas possíveis.
Saberia se contentar em vê-lo na tv, pra se consolar ouviria suas músicas e pra passarem um tempo juntos, veria todos os vídeos possíveis. Ela o amaria, de verdade.
Aprenderia a conviver com o sonho de tê-lo, por uma noite, que fosse... Sonharia com seu casamento, os filhos e os cafés da manhã na cama. Ela o amaria, com toda a intensidade.
Iria surtar quando soubesse que ele faria shows em seu país. Imaginaria o tão sonhado encontro e o momento em que ele se declararia. Ela sonharia com ele.
Ela o amaria incondicionalmente até que um babaca que possua sentimentos apareça. Ela irá ama-lo até o dia em que alguém faça por merecer, ela  deixar ele de lado. Ela será fiel à ele até que seu coração encontre proteção e amor maior.
Ela amaria ele até que o amor verdadeiro a encontrasse.

Um comentário:

Comenta, fia!