segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Free Hugs


Um abraço, duas pessoas e um zilhão de emoções.
Não sei posso usar carência como a palavra chave do assunto. Afinal, um abraço pode ser resultado de tanta coisa...
Tem gente que abraça pra comemorar, consolar, demonstrar e principalmente acariciar. O significado que ele terá vai depender muito de quem e porque ele vem, se vier de um amigo, provoca conforto e segurança; se vier de um namorado (a), provoca além de prazer, proteção e felicidade e se ele vier de alguém especial ele pode provocar todas essas sensações de uma só vez.
Mas o ponto em que estou tentando chegar, é aquele em que você só descobre o valor de um abraço quando precisa de um, seja por carência ou alegria, se não tiver a pessoa certa, o abraço não vai valer nada. As vezes eu penso seriamente em promover uma dessas campanhas de "Abraços Grátis" por aqui aonde eu moro... Talvez eu alegre algumas pessoas e me divirta também. Quem sabe não é uma boa ideia?
Talvez eu seja bem recompensada interiormente por isso, talvez eu aprenda e ensine alguns valores, mesmo que pequenos, hein?!
Não dizem que são pequenos gestos que mudam o mundo? Melhor começar por você mesmo do que esperar que alguém tenha boa vontade de fazer por ti!
Depois de dizer tanta coisa sem sentido aqui, deixo com vocês um beijo suspenso no ar e um abraço bom e reconfortante a se esperar. Se cuidem, sejam felizes e abracem loucamente aqueles que merecem um abraço bem gostoso.

Tchau. (:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta, fia!