terça-feira, 22 de novembro de 2011

Seja Bem vindo, Dezesseis!


Meus 15 anos. Eles acabaram de ir embora e ainda não consegui encontrar a palavra certa para descreve-los. Talvez eu possa começar dizendo que eles foram bons, afinal, eu conheci tanta gente legal, criei um blog e aprendi muita coisa. Mas como pra todo bem sempre tem um mal, tive problemas, irritações e decepções.
Sabe, eu não quero que os 16 me traga todos os sorrisos que os 15 me roubaram, eu sorri o quanto eu tinha que sorrir, assim como chorei quando foi preciso chorar. Se eu não estou feliz com a idade antiga não é culpa dela, a culpa é minha. Eu deveria ter lutado mais e corrido atrás do que eu queria. E se disser que não fui feliz, seria covardia da minha parte. Me lembro de cada pequeno sorriso que dei, seja por loucuras ou por felicidade instantânea. Passei boa parte do meu tempo com minhas amigas, não tem coisa melhor. Sim, tive muitas decepções, mas nada que uma boa gargalhada não resolvesse. Sonhei muito e aprendi a correr atrás dos sonhos, esse blog é um dos melhores exemplos de que eu aprendi a fazer o que tenho vontade e aprendi também a mostrar quem eu realmente sou. Hoje não me sinto mais velha, não me sinto mais madura e não sinto nada diferente. É como se hoje fosse só o amanhã de ontem, só o dia depois de uma noite de sono. 
Quinze anos, eu esperava tanta de coisa. Hoje eu sei que esperar nem sempre é a coisa certa a se fazer. As vezes é preciso ir atrás, fazer acontecer e se mostrar de verdade. Se você não se arrisca como vai saber levantar depois de um tombo?
Acho que aprendi muita coisa mesmo, hoje eu sei que tenho as melhores amigas do mundo e sei desabafar com textos. Aprendi a ser eu mesma independente de qualquer coisa. Tive tantos tombos, tantas quedas que já aprendi como continuar em pé perfeitamente. Talvez eu ainda não saiba me cuidar sozinha, talvez eu não saiba tão bem assim a diferença entre o bem e o mal, mas pra isso eu tenho agora os Dezesseis. Se com os Quinze eu já aprendi muita coisa, espera só pra ver o final dos Dezesseis. Espero aprender muito mais e se possível cair bem menos, conhecer mais bons amigos e enfrentar os insatisfeitos.  
Agora eu conto com você, Dezesseis. Conto com você pra ensinar mais coisas, pra me ajudar a ir buscar mais sonhos e afastar todo e qualquer pesadelo. Tudo o que posso fazer agora é te receber de braços abertos e prometer muitas aventuras.
Quinze, eu gostaria de agradecer a você por tudo. As pessoas boas que você me trouxe e as desnecessárias que você levou. Foi bom ter você, mas o prazo de validade venceu e chegou a hora de dizer adeus. Eu gostaria de dizer até logo, mas infelizmente não nos encontraremos mais. Então, é isso... Muito obrigado por tudo, pelos sorrisos e pelas lágrimas, pelas conquistas e pelas perdas. Obrigada.

E você, Dezesseis... Seja bem vindo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta, fia!