terça-feira, 20 de setembro de 2011

Descoberta do sábado ànoite


Hoje é sábado, madrugada fria e solitária.
Estou aqui tomando um capuccino com pedacinhos de chocolate enquanto ouço Cazuza. Estou aqui escrevendo coisas que não fazem qualquer sentido. Acho que estou luca: é madrugada, estou cansada mas não durmo, não há sono, não há cansaço o bastante para que eu possa me aprofundar em sonhos.
Na última noite, tive um pesadelo, não sei se a ideia de dormir me agrada, pelo menos não agora. Estou bem aqui, sozinha, calada e fria. Guardando e reorganizando meus sentimentos com grande calma e paciência.
Acabei de descobrir bons motivos para não querer dormir esta noite, eu quero continuar pensando nele, o novo dono dos meus sonhos. Ele que torna minha vida mais alegre e cheia de cores quentes, ele me deixa mais boba, mas sorridente e mais doce. Não estou apaixonada, apenas me encantei por ele.

Apenas descobri um carinho especial por ele. Apenas descobri ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta, fia!